Bruno Pernadas: um grande passeio pelos gêneros musicais.

Se você ainda não ouviu falar de Bruno Pernadas, talvez esse seja o momento. Conhecemos o músico lisboense em uma daquelas Descobertas da Semana no Spotify. Segunda de manhã, acompanhando um bom café, sempre ouvimos essa playlist com bastante animação, mesmo que às vezes nem todas as músicas sejam muito boas.

capa CD Bruno Pernadas
Capa do álbum “Those Who Throw Objects at the Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them”

Mas voltando ao artista. Bruno Pernadas estuda música desde seus 13 anos, estudou na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal e se formou na Escola Superior de Música de Lisboa. Teve influência direta da família na formação de seu intelecto musical. Grandes passeios do jazz à MPB, do rock psicodélico à música eletrônica fizeram com que as composições do músico se destacassem e ganhassem visibilidade no cenário musical português.

A primeira música de seu primeiro álbum já é uma grande pedrada. Ela começa como uma música eletrônica, beats e backing vocals. Progressivamente muda seu ritmo com um violão dedilhado enquanto os vocais nos guiam para a viagem que está por vir. Poderia contar a música inteira, mas não teria a menor graça. Ouça-a abaixo.

Depois de seu primeiro álbum intitulado “How Can We Be Joyful in a World Full of Knowledge?”, Pernadas resolve colocar os tons de jazz de forma mais clara e nos choca com sua capacidade e versatilidade musical. “Worst Summer Ever” é uma aula. Granado Wire é sem dúvida nossa música predileta deste CD. 


“Those Who Throw Objects at the Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them” foi seu último álbum lançado com essa formação. Novamente um disco recheado de maravilhosas experimentações, timbres de jazz com rock psicodélico, beats de música eletrônica com tons de folk. Parece absurdo, mas Bruno Pernadas conseguiu tornar isso uma realidade tangível e diga-se de passagem, executada com muita maestria. Spaceway 70 foi nosso primeiro contato com ele e continua sendo nossa música preferida.


Acompanhe o músico em seu site e em seu Instagram.

Gostou do assunto? Confira nossos outros posts sobre música em nosso Blog.